• Minhas compras
  • Entrar

Para além do Leviatã

Crítica do Estado

István Mészáros

R$ 83,00 R$ 66,40

Este livro será enviado a partir do dia 21 de outubro
Para além do Leviatã
  • autor: István Mészáros
  • tradução: Nélio Schneider
  • orelha: Ricardo Antunes
  • capa: Ronaldo Alves
  • apoio: Fapesp
  • organização, introdução e notas: John Bellamy Foster
título original:
Beyond Leviathan: Critique of the State
coleção:
Mundo do trabalho
selo:
Boitempo
páginas:
512
formato:
23cm x 16cm x 4cm
peso:
768 gr
ano de publicação:
2021
encadernação:
brochura
ISBN:
9786557170984

Ao falecer, em 2017, o filósofo húngaro István Mészáros deixou inacabada a “obra de sua vida”: uma crítica radical do Estado. O ambicioso projeto, pensado inicialmente para uma publicação em três volumes, teve apenas o primeiro parcialmente concluído e sua primeira edição mundial sairá em português, pela Boitempo, conforme desejo expresso pelo autor em vida. Assim, neste Para além do Leviatã, organizado pelo sociólogo estadunidense John Bellamy Foster, Mészáros apresenta a sua teoria do Estado de inspiração marxiana, insistindo na necessidade do “fenecimento do Estado” como condição de sobrevivência da humanidade.

 

Para ele, os cataclismos ambientais e militares provocados pelos Estados-Leviatã atuais estão fadados a destruir o planeta, caso não seja desenvolvido um modo alternativo de reprodução sociometabólica. Por essa razão, a humanidade não tem escolha, a não ser buscar a crítica ao capital e ao seu Estado, de modo a avançar na prática revolucionária de ir além do Leviatã.

 

Conforme Mészáros já apontava em sua grande obra Para além do capital, é impossível ir “além do capital” sem ir igualmente “além do Estado”, já que essa forma de tomada de decisão global é parte estruturante do capitalismo. Portanto, Para além do Leviatã se constitui nesse desafio de desenvolver uma crítica completa do Estado, explorando toda a história de suas teorias, delineando sua origem, seu desenvolvimento e seu posterior falecimento final enquanto forma da necessidade social de uma estrutura global de comando.

 

 

 

Trecho


“O sistema do capital foi erigido sobre três pilares de sustentação: capital, trabalho e Estado. Os três não só estão profundamente interconectados em países particulares, mas também são totalmente inimagináveis em nosso tempo sem suas interconexões globais de amplo espectro. E isso requer a alternativa socialista como transformação global.”